"Para ter sucesso neste mundo é preciso ser louco ou ser sábio.” Esta frase não foi formulada por uma pessoa contemporânea, mas pelo Barão de Montesquieu, nascido  em 1689 na França. Político, filósofo e escritor francês, ficou famoso pela sua teoria da separação dos poderes (Legislativo, Executivo, Juduciário), atualmente consagrada em muitas das modernas constituições nacionais.

Os tempos atuais são loucos e deixam a gente louco; há quem diz, como o guru norte-americano Tom Peters, que “tempos loucos exigem idéias loucas”.

Como Confúcio dizia: “Transportai um punhado de terra todos os dias e farás uma montanha.”

 

Entre ser descartado como louco e admirado como sábio, vamos tentar colocar o peso da balança no meio.

 

É difícil identificar uma palavra usada tão frequentemente e ao mesmo tempo tão difusa no momento de conectá-la com atributos tangíveis como o termo “sucesso”. Quero sugerir aqui 5 passos para reduzir a distância entre onde estamos – o status quo, e onde podemos chegar – o sucesso.

O primeiro passo é projetar de si para fora: Como dizia Carl Young: "Quem olha para fora, sonha; quem olha para dentro, desperta!”. Perguntar-se, “O que eu quero ser (quando realizado) é uma questão de foco, ancorada na própria vocação; “a confiança em si mesmo é o primeiro segredo do sucesso,” disse Ralph Waldo Emerson; neste momento pouco ajuda querer copiar alguém (ator, atleta, estadista etc.), mas ajuda sim idealizar alguém como referência (pessoa histórica, amiga, parente etc.), na qual eu quero me espelhar.

O segundo passo é pensar grande e longe, construindo sonhos, idéias e metas; inclusive tentando ser polivalente, ou seja, sair da própria sombra e partir para atividades fora da formação original e área tradicional; nasce aqui o desafio a ser enfrentado, iniciando-se a caminhada com pequenos passos, devagar e sempre. E por falar de metas, “quando você tem uma meta, o que era um obstáculo passa a ser uma etapa de um dos planos.” (Gerhard Erich Boehme).

 

O terceiro passo é despertar paixão por aquilo que transforma sonhos em soluções, idéias em negócios e metas em resultados; quando você atua com paixão, as ações se tornam menos massacrantes e mais geradoras de oportunidades de vitória. Faça um pouco de pirotécnica, ou seja, faça-se percebido como vencedor, comunicando-se intensamente e colocando-se à disposição para resolver problemas.

 

O quarto passo é agir, seguindo os 3 D’s orientais: Dedicação, Diligência, Disciplina - "A disciplina é a parte mais importante do sucesso”, como extrapolou Truman Capote para o mundo ocidental; certamente aparecerão dificuldades; são os momentos da persistência onde os 3 D’s ajudam a enfrenta-las e a removê-las. Mas são também os momentos de jogar a carta certa, seja fazendo as perguntas certas para desenvolver um trabalho ou dando as respostas certas para desatar um nó.

O quinto passo é assimilar o processo  “”apanhar, aprender, avançar; apanhar tem  a ver com "a liberdade de fracassar - vital se você quiser ser bem sucedido. As pessoas mais bem sucedidas fracassam repetidamente e uma medida de sua força é o fato de o fracasso impulsioná-las a alguma nova tentativa de sucesso.” (Michael Korda); aprender com os erros enaltece: “Somente os que ousam falhar grandemente podem alcançar a grandeza.” (Robert F. Kennedy); avançar é uma conseqüência natural, ciente de que a gente não pode ganhar todas: “O insucesso é apenas uma oportunidade para recomeçar de novo com mais inteligência.” (Henry Ford); mas a gente pode se tornar um guerreiro; um guerreiro de coragem, ousadia e determinação.

Mas é preciso gerenciar o seu tempo, concentrar-se nos 20% de atividades que fazem 80% do resultado esperado e ser rápido no gatilho: “O dia de amanhã ninguém usou. Pode ser seu!” (Pagano Sobrinho).

Isso não é ser louco nem ser sábio, apenas tem a ver com trabalho: "Quando era jovem, descobri que nove de cada dez coisas que eu fazia eram um fracasso. Eu não queria ser um fracasso. Então, passei a trabalhar dez vezes mais.” (George Bernard Shaw).

Cair na realidade faz parte do jogo: “É mais fácil obter o sucesso do que mantê-lo.”


(Malcolm Forbes Jr.); mas custa tentar? Como percebemos, subir no pódio já é um sucesso; subir várias vezes no pódio, também é uma forma de “manter” o sucesso..."Você pode ficar desapontado se fracassar, mas estará condenado se não se arriscar.” (Beverly Sills).

Vamos em frente, sempre nos antecipando ao futuro; no entanto jamais abdicando de uma dose de realismo: “O pessimista queixa-se do vento, o otimista espera que ele mude e o realista ajusta as velas” (Willian George Ward)

Você pode dar início já, identificando a sua vocação, trabalhando em um ambiente estimulante e mostrando interesse por resultados mensuráveis, principalmente financeiros.

Surfar na onda do sucesso, por que não? “Os grandes navegadores devem sua reputação aos temporais e tempestades”, já ensinou Epicuro, um filósofo grego. Vamos ajustar as velas...    

                      

Que tal, assimilar a formula:

Sorte = “Encontro da oportunidade com preparação” = Sucesso

Werner Kugelmeier


 

Fale Conosco - WK Prisma

 Tel: +55 (19) 3256-8534 / 98219 2638
    E-mail: clique

    Endereço: Rua Cândido Portinari, 258
    13088-007 Campinas – SP

 

       

                

Blog - WK Prisma 

 

 

Bem-vindo ao blog da WK PRISMA
Educação Corporativa Modular

 

Blog

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Social - WK Prisma Werner Kugelmeier FacebookWerner Kugelmeier - LinkedIn

 


© Copyright 2010, WK PRISMA®. direitos reservados
Produzido por Dinamicsite

A página solicitada não foi encontrada !

Verifique se digitou o endereço corretamente. Se esta página foi indicada por um Sistema de Busca (Google / Yahoo / MSN) este ainda não se atualizou após a remoção da página.

Faça uma Busca Interna com uma da(s) palavra(s) solicitada(s) ou avise-nos.

Obrigado !