A Gestão Empresarial tornou-se objeto de inúmeras abordagens, aprendizagens e aplicações – umas mais, outras menos sucedidas.


Por que não tratar a Gestão Hospitalar como parte integrante deste fenômeno?


Não é preciso definir objetivos, estabelecer prioridades, decidir sobre investimentos, lidar com pessoas em todos os níveis de gestão, administrar conflitos, (re)desenhar processos operacionais, mensurar desempenho?
 
Gestores Hospitalares não precisam transformar dados em informação, conhecimento e resultado?

 

Um modelo novo de estrutura e dinâmica da Gestão Hospitalar, com um conteúdo eminentemente pragmático, implica na racionalização de competências e ferramentas no âmbito gestão e operação hospitalar cotidiana para alcançar os resultados que se espera dela.

 

A “Instituição Hospitalar” vem a ser uma "Empresa Hospitalar"; portanto, é possível conceber a Gestão Hospitalar como um ambiente onde convém alinhar metas, gestores e resultados.

Surge aqui o Livro de Administração, menos como solução rápida e fácil (receita de bolo), mais como um banco de conhecimento, dicas e aprendizados (guia de melhores práticas).


Livros de Administração não existem para servir de solução pronta, mas para estimular o Administrador a participar ativamente das decisões na organização onde ele está inserido, tornando-se, assim, um agente efetivo de mudança de uma Organização de Aprendizado e não um mero refém da mudança.


É neste sentido que um Livro de Administração convida a usar ousadia, inspiração e inovação com o intuito de se ajustar ou até antecipar as tendências da Gestão Corporativa moderna.
Naturalmente o Gestor Hospitalar ganha conforto na medida em que incorpora elementos de modernização e profissionalização da Gestão Hospitalar.


Espelhando em pontos de vista externos é possível ser mais criativo e assertivo na hora de precisar responder às questões e situações do dia-a-dia ao lidar com problemas e imprevistos.
Como referência de uma prática avançada de Gestão Hospitalar podemos citar a “Gestão Baseada em Valor”, um modelo de gestão executiva que desmembra o processo gerencial em suas fases elementares como:


• Fixação de Objetivos – com seu conteúdo arrojado e mensurável;
• Elaboração de Estratégia(s) – elaborada(s) para lidar com a heterogeneidade das condições institucionais hospitalares;
• Definição de Prioridades – com a montagem de uma Agenda
• Identificação de Pessoas – com a distribuição das responsabilidades medicas e operacionais;
• Alocação de Recursos – materiais e financeiros;
• Desenho de Organização – com a delimitação dos espaços de poder de decisão;
Método de Monitoramento – que explora os recursos da Tecnologia de Informação e de Comunicação.

 

Segue aqui a figura do Modelo de Gestão Baseada em Valor para melhor visualização:
 

 

Modelo de Gestão Baseada em Valor

 

 

Resta enfatizar que idéias como as colocadas em um Livro de Administração devem ser questionadas, discutidas e melhoradas; nenhum autor conhece tudo. O que importa é desencadear um processo de aprendizado e de inovação, seja ele lento ou radical.


Servir como justificativa do status quo ou como pontapé de quebra de paradigmas – daí a importância de Livro de Administração para a Gestão Hospitalar. 
 

Werner Kugelmeier

 

 


 

Fale Conosco - WK Prisma

 Tel: +55 (19) 3256-8534 / 98219 2638
    E-mail: clique

    Endereço: Rua Cândido Portinari, 258
    13088-007 Campinas – SP

 

       

                

Blog - WK Prisma 

 

 

Bem-vindo ao blog da WK PRISMA
Educação Corporativa Modular

 

Blog

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Social - WK Prisma Werner Kugelmeier FacebookWerner Kugelmeier - LinkedIn

 


© Copyright 2010, WK PRISMA®. direitos reservados
Produzido por Dinamicsite

A página solicitada não foi encontrada !

Verifique se digitou o endereço corretamente. Se esta página foi indicada por um Sistema de Busca (Google / Yahoo / MSN) este ainda não se atualizou após a remoção da página.

Faça uma Busca Interna com uma da(s) palavra(s) solicitada(s) ou avise-nos.

Obrigado !