Empresas inteligentes crescem com stakeholders inteligentes

- saiba como atrair e reter os melhores

 

Por que algumas empresas ganham dinheiro e outras perdem?

 

Como você está, Gestor?

 

O cenário corporativo mexe cada vez mais com os nervos de gestores: Como escapar da “comoditização” de práticas, produtos e serviços? Como lidar com a internacionalização dos mercados? Como enfrentar a pressão para que a organização inove?

 

A má notícia é que este cenário tende a ficar mais enervante ainda; a boa notícia é que tem solução.

 

Esta matéria pretende convidá-lo a compartilhar uma receita que pode facilitar a conquista e/ou manutenção do crescimento com lucro – de forma sustentável.

 

O que fazer?

 

Qual o gestor, que ainda não tenha se perguntado, qual seria o modelo de gestão mais adequado para o negócio que conduz?

 

Diferentemente do modelo de negócio, que determina como uma empresa gera negócios, o modelo de gestão define o trabalho gerencial para maximizar a receita e a lucratividade.

 

Casos de sucesso provam que é fundamental pensar sobre o modelo inovador de gestão; é a hora de fazer escolhas sensatas e diferenciadas sobre como promover um ambiente favorável à criatividade, experimentação e implementação de novas idéias que possam gerar um diferencial competitivo para a organização.

 

A pressão por resultados imediatos com seu impacto em desafios diários de gestão empresarial faz com que os gestores procurem um conjunto de ferramentas que eles encontram na Gestão Baseada em Valor – GBV.

 

“Estamos na Era do Valor” (Jack Welch)

 

Tradicionalmente prevalece na gestão empresarial a ideia de que lucro significa geração de valor.

 

Muito se fala sobre “criação de valor”, mas como responder ao desafio de criar valor?

 

Surge, então, a Gestão Baseada em Valor – GBV, que prega a instituição da criação de valor como a competência central de empresas de sucesso e indica os meios para mudar seu comportamento empresarial; trata-se, portanto, de uma ferramenta eminentemente estratégica.

 

Para que serve a GBV?

 

- GBV é um modelo de gestão com foco na maximização do valor da empresa através da maximização de valor para seus stakeholders, que são os grupos com os quais a empresa lida no dia a dia, a saber colaboradores – clientes – fornecedores – comunidade – investidores, nesta ordem(!).

 

Porque nesta ordem?

 

1 - Os colaboradores – “na geração de soluções, 20% têm a ver com dinheiro - e 80% com pessoas: elas criam soluções!” – mas eles precisam espaço para desenvolver o seu potencial produtivo;

 

2 - Os clientes - colaboradores capazes e preparados tendem a comprometer-se com a satisfação do cliente;

 

3 - Os fornecedores: clientes regulares (parceiros) sugerem formar alianças com fornecedores estratégicos;

 

4 - A comunidade: a reputação de uma empresa de responsabilidade social-ambiental cria oportunidades para a comunidade;

 

5 - Os investidores: se a empresa se sair bem com os stakeholders acima, ela consegue a confiança dos investidores em retorno superior ao capital investido.

 

- GBV é um conjunto de ferramentas que apóia o gestor a operar uma empresa, unidade ou área para impactar positivamente no resultado esperado.

 

- GBV é uma prática que vai muito além dos números – para valorização das pessoas, inspirando confiança e liberando potenciais para empreender.

 

- GBV consiste em fazer o gestor pensar e agir como se fossem o dono do negócio.

 

- GBV é um Processo lógico e prático de gestão voltado para alcançar resultados superiores (diferentes e/ou melhores da concorrência direta), desmembrado em 7 fases:

 

Fase 1 - Fixar objetivos arrojados – de forma clara, viável, compreendida e mensurável; 


Fase 2 - Elaborar estratégias lucrativas - a proposta de valor em poucas palavras;


Fase 3 - Gerenciar uma Agenda de Prioridades - de impacto;


Fase 4 - Desenvolver Pessoas que resolvem – atuando em
times multifuncionais e co-criativos;

 

 

Fase 5 - Desenhar uma Organização que aprende e inova - preparada para liderar mudanças;

 

Fase 6 – Identificação de Recursos chave;


Fase 7 - Monitorar Resultados de forma participativa - através de placares digitais envolventes (Balanced Score Card)

 

Organizações sem este direcionamento perdem sinergia, tempo e dinheiro; com este direcionamento as diversas áreas com suas atividades se complementam – as Escolas de Samba dão um tremendo exemplo!

 

Quais são as vantagens da GBV?

 

- GBV estimula o gestor e sua equipe a remar na mesma direção: planejar, atuar e monitorar de maneira a obter seu lucro - de forma sustentável.

 

- GBV ajuda o gestor entender o impacto da sua atuação sobre o resultado corporativo.

 

- GBV enfatiza a otimização do fluxo de caixa e não somente dos resultados do ano em curso.

 

- GBV estabelece métricas de desempenho para estimular o desempenho e para avaliar o resultado do gestor (remuneração variável) – a saber:

 

§  Fluxo de Caixa Livre (Free Cash Flow)

 

§  Valor Econômico Agregado (Economic Value Added – EVA), ou seja, o Lucro Econômico, definido como sendo o Lucro Líquido Operacional após Impostos menos Custo de Financiamento de Capital

 

§  Retorno sobre o Investimento base Caixa (Cash Flow Return on Investment – CFROI)

 

- GBV orienta sobre três maneiras de aumentar o valor da empresa:

 

- Aumento da taxe de retorno obtida sobre a base de capital/ativos existentes (aumento de vendas com melhoria ou manutenção de contribuição);

 

- Investimento em projetos que tenham um retorno superior ao custo de obtenção de novo capital;

 

- Redução ou liquidação de investimentos em operações com retorno inadequado.

 

- GBV unifica uma linguagem que permite descrever, analisar e orientar as equipes em como podem criar propostas de valor para seus stakeholders.

 

Como criar valor?

 

Sugerimos as seguintes trocas de valor (trade offs), por stakeholder:

 

- Colaborador: Autonomia e responsabilidade    contra     Desempenho superior

 

- Cliente: Satisfação    contra    Lealdade

 

- Fornecedor: Pontualidade de pagamento    contra   Consistência no suprimento

 

- Comunidade: Responsabilidade social/ambiental    contra     Prestígio

 

- Investidor: Retorno   contra      Capitalização

 

Faça sua parte – naturalmente você vai atrair e reter os melhores – mais do que stakeholders, parceiros – eles procuram empresas inteligentes!!!

 

Quais são os Fatores de Sucesso?

 

- Adoção dos conceitos de valor em todos os níveis e funções da organização.

 

- Mudança no comportamento do Gestor Empresarial voltada para forte liderança executiva, metas agressivas e altas expectativas de melhoria.

 

Chegou a hora

de se tornar um gestor empresarial altamente cobiçado

 

Pesquisas revelam que 45% da receita de uma organização
são gerados pelos melhores gestores da empresa.

 

Porque não ser um deles???!!!

 

 

 


 

Fale Conosco - WK Prisma

 Tel: +55 (19) 3256-8534 / 98219 2638
    E-mail: clique

    Endereço: Rua Cândido Portinari, 258
    13088-007 Campinas – SP

 

       

                

Blog - WK Prisma 

 

 

Bem-vindo ao blog da WK PRISMA
Educação Corporativa Modular

 

Blog

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Social - WK Prisma Werner Kugelmeier FacebookWerner Kugelmeier - LinkedIn

 


© Copyright 2010, WK PRISMA®. direitos reservados
Produzido por Dinamicsite

A página solicitada não foi encontrada !

Verifique se digitou o endereço corretamente. Se esta página foi indicada por um Sistema de Busca (Google / Yahoo / MSN) este ainda não se atualizou após a remoção da página.

Faça uma Busca Interna com uma da(s) palavra(s) solicitada(s) ou avise-nos.

Obrigado !